Entender como escolher uma excelente imobiliária no Guarujá é essencial para que você acerte na hora de investir em um imóvel nessa ótima cidade do litoral paulistano. Afinal, são muitas as opções no mercado e compreender quais são os critérios a serem avaliados nessa escolha faz com que você seja capaz de encontrar a empresa ideal para esse tipo de serviço.

Neste post, vamos explorar os principais pontos a serem observados para que você possa optar com sabedoria e comprar um imóvel com sucesso. Fique atento às informações a seguir e aproveite para mudar a forma como tem encarado essa questão. Boa leitura!

Que critérios considerar para a escolha ideal de imobiliária no Guarujá?

Guarujá é uma cidade com boa qualidade de vida e que recebe grande número de turistas ao longo do ano. Por isso, o interesse pela compra, aluguel e venda de imóveis no local é grande, movimentando o mercado imobiliário do litoral paulistano. Encontrar a imobiliária que realmente poderá ajudar em seu interesse é fundamental para evitar estresse e dores de cabeça com negociações e escolhas mal feitas.

Existem algumas questões centrais que, se forem observadas, poderão livrar você desses reveses. Atenha-se a elas na hora de contar com a imobiliária ideal no Guarujá.

1. Fique atento ao atendimento oferecido

Se você busca os serviços de uma imobiliária e a primeira experiência com a empresa já não é bem o que você esperava, isso pode funcionar como um alerta, não é mesmo? Se você não é bem recebido, se os profissionais que ali trabalham não demonstram interesse em resolver as suas questões e se esse contato não frutifica em nada posteriormente, você certamente perderá a confiança em uma imobiliária como essa.

Além disso, se quando você precisa falar com um corretor, atendente ou qualquer outro profissional, nenhum deles está disponível, isso significará que você não pode contar com o suporte daquele local.

Hoje, com a internet, são muitos os canais possíveis de se manter esse diálogo, como aplicativos, chats e redes sociais. Não existe mais desculpas se uma empresa quiser realmente estar próxima do cliente, prestando a devida assistência. Atente-se a isso.

2. Investigue a reputação da imobiliária

Novamente, o meio digital empoderou muito o consumidor. Não é nada complicado fazer uma pesquisa na internet sobre a imobiliária que você está cogitando contatar para investigar a reputação desse negócio. São muitas as formas de você fazer isso e aqui vamos dar alguns exemplos rápidos. Veja:

  • digite em sites de busca o nome da empresa e veja como ela está avaliada pelo usuário (geralmente essa informação aparece no canto direito da tela na primeira página de resultados da busca);
  • visite as redes sociais da imobiliária de sua preferência e veja a seção de comentários e, novamente, a seção de avaliação dos serviços (no Facebook, por exemplo, os usuários podem avaliar as páginas que curtem e seguem);
  • para fazer uma investigação ainda mais criteriosa, solicite o CNPJ da imobiliária e faça uma pesquisa no site do Procon.

Depois de ter feito esse trabalho de reconhecimento, ficará mais fácil você ter o devido discernimento se vale a pena ou não contar com determinada empresa. Tire um tempo para fazer isso, pois valerá a pena e evitará problemas mais à frente.

3. Verifique se a imobiliária é certificada

Isso é uma questão muito básica: a imobiliária que você quer contar para encontrar os imóveis do seu interesse é certificada? Quando dissemos para solicitar o CNPJ da empresa, foi também por esse motivo. Mais que isso, para atuar profissionalmente, os corretores devem estar inscritos no Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci) local. 

Só assim, você pode ter a certeza de que estão atuando dentro da legalidade e que os acordos feitos ali, de fato, têm alguma legitimidade. Essa é outra questão básica a qual você não pode deixar de prestar atenção.

4. Qualidade e variedade da cartela de imóveis

É natural que as melhores corretoras trabalhem com certo perfil de público e estilo de imóvel. Porém, isso não quer dizer que a empresa deva ter pouca variedade em sua cartela de imóveis, tampouco baixa qualidade no que é demonstrado.

Por exemplo, dentro do escopo “imóveis de luxo” cabem propriedades de muitos bairros e regiões da cidade como em áreas de condomínio. O tamanho e o formato desses imóveis também podem variar dentro desse estilo e não precisam se limitar a uma única oferta.

Além do mais, se a imobiliária apresenta uma cartela de imóveis de qualidade e com variedade, isso comprova que a empresa é bem articulada no meio em que atua e tem acesso às melhores opções disponíveis no mercado.

5. Pós-venda

Você sabe o que é pós-venda? Bom, como o próprio nome já indica, é o que acontece após a conclusão de um negócio. Se depois de assinar o contrato a imobiliária deixa você sozinho com a escolha feita e não presta mais nenhum tipo de assistência, isso é um péssimo sinal.

Boas empresas procuram saber se o cliente está satisfeito com a aquisição feita e, caso não estejam, procuram prestar a devida assistência para contornar quaisquer adversidades. Para checar como o pós-venda é realizado na imobiliária de seu interesse, fique ligado aos tópicos que abordávamos anteriormente.

Por exemplo, se na hora de investigar a reputação da empresa você descobre que existem críticas sobre essa parte, então é hora de dar um passo para trás e procurar outra empresa que atenda melhor.

A boa notícia é que o mercado imobiliário é amplo e diverso e isso oferece muitas possibilidades ao consumidor. Aproveite essa facilidade para contar com os serviços da Edmundo Imóveis, que já atua há mais de 20 anos no mercado imobiliário e tem todo o know how necessário para você não se decepcionar na hora de fechar negócio. A solidez, a experiência e o trabalho de sucesso realizado no ramo são as comprovações de tudo o que dissemos ao longo do post.

Se gostou de saber como realizar a escolha ideal de imobiliária no Guarujá, aproveite para entrar em contato conosco e conhecer as soluções que temos para você.

Imobiliária no Guarujá: 5 dicas para escolher a ideal