A exigência por altos níveis de segurança em condomínios está cada vez maior. Somente muros e guaritas não transmitem mais aquela sensação de proteção aos moradores. Agora, é preciso investir em tecnologia, a fim de modernizar processos, reduzir intervenções humanas e criar sistemas eficientes de controle e comunicação.

Alguns recursos tecnológicos já são até considerados básicos para a segurança de um condomínio, como portões automáticos, reconhecimento biométrico por impressão digital, sensores e câmeras.

Contudo, é possível ir muito além. Pensando nisso, mostraremos neste artigo as principais tecnologias disponíveis no mercado para um condomínio mais seguro. Acompanhe!

As últimas novidades tecnológicas para a segurança em condomínios

Graças à constante evolução tecnológica, a cada dia surgem soluções que visam a garantir a proteção física e patrimonial dos moradores de condomínios. Confira as últimas novidades que estão sendo adotadas pelos melhores empreendimentos do ramo.

1. Monitoramento por drones

Com a utilização de drones no monitoramento de condomínios é possível abranger áreas mais extensas e de difícil acesso durante as rondas. Suas câmeras de alta resolução permitem captar imagens panorâmicas ou aproximadas, inclusive com visão noturna.

Além disso, esse tipo de monitoramento a distância garante a segurança dos vigias, que, ao visualizar algum problema, poderão acionar a ação policial necessária.

2. Reconhecimento facial

O acesso em prédios e condomínios por reconhecimento da impressão digital já é bastante conhecido e utilizado, porém, ultimamente, vem sendo substituído por outros tipos de chaves biométricas, entre eles o reconhecimento facial.

Considerado muito mais seguro que os comumente utilizados controles remotos ou cartões de proximidade — que são passíveis de clonagem —, o reconhecimento facial pode ser utilizado tanto no controle de acesso de moradores quanto no turno de colaboradores.

3. Vídeo analytics

Movimentações suspeitas nem sempre são percebidas em processos de monitoramento realizados por seres humanos. Essa é a grande vantagem oferecida pelo vídeo analytics.

Trata-se de um software capaz de realizar, por meio de imagens, a análise de eventos e padrões de comportamento. Com base em parâmetros previamente estabelecidos, ele consegue detectar qualquer alteração nos padrões de rotina do condomínio — envolvendo pessoas, objetos ou veículos — e alertar a equipe de segurança.

4. Interfone virtual

O interfone virtual veio para substituir o modelo fixo. A comunicação do aparelho central se dá diretamente com os celulares dos moradores, permitindo que o contato seja feito mesmo quando estão fora da residência. Além disso, todas as ligações são gravadas.

Para que o serviço não seja encarecido, o terminal utilizado na portaria recebe chips das principais operadoras locais — o que possibilita ligações com custos reduzidos ou mesmo gratuitas. Quando um morador liga para a central, o sistema identifica o número cadastrado, qual é a operadora e retorna sua ligação.

A grande vantagem desse sistema é a acessibilidade de comunicação com o morador, não somente visando à segurança, mas também qualquer tipo de emergência.

Muito além da segurança

Como vimos, a tecnologia é uma importante aliada na segurança em condomínios e é imprescindível se atualizar constantemente a respeito de novas soluções. Mas não é só isso: a utilização dos recursos citados pode gerar muitos benefícios secundários, como a padronização de procedimentos, um maior controle de colaboradores e moradores e a redução de custos.

Gostou do artigo? Então, assine nossa newsletter e receba todas as novidades sobre este e muitos outros assuntos.

4 soluções modernas de segurança em condomínios